Cloudwalk revela Native Blockchain e tem como meta 5.000 transações por segundo

  • A Cloudwalk diz que mais de 130 mil assinantes usam atualmente o BRLC, seu token nativo.

A Cloudwalk, uma fintech brasileira, anunciou planos para revelar sua tecnologia blockchain nativa. Com o novo blockchain, a Unicorn, com sede no Brasil, pretende registrar uma série de transações e operações de criptomoedas processadas. 

Conforme relatado, a fintech que oferece serviços de soluções de pagamento de forma grosseira visa expandir consistentemente suas ofertas além de seu estado atual. Esse desenvolvimento, no entanto, justifica sua determinação em alcançar o marco.

Até o momento, a rede Fintech geralmente processa pelo menos 500 transações por segundo. Isso, segundo relatos, é 70 vezes maior do que a taxa de transação registrada durante seu tempo nas blockchains Ethereum e Polygon. Agora, a Cloudwalk planeja atingir um recorde de 5.000 transações por segundo com o novo feito.

Cloudwalk e a tecnologia Blockchain 

O CEO e fundador da Cloudwalk, Luis Silva comentou que o foco principal da empresa é ganhar na velocidade da luz. Segundo ele, apenas a tecnologia blockchain tende a viabilizar o objetivo. 

Silva, na tentativa de provar seu ponto, citou os donos de lojas que geralmente recebem dinheiro um dia após a venda por meio de sua tecnologia Visa ou Master como um revés. O CEO afirma que com blockchain e a moeda do Cloudwalk, donos de lojas e outros usuários podem receber seus fundos em dois segundos.

Silver disse ainda que o novo blockchain permite que qualquer desenvolvedor acesse e crie aplicativos com facilidade. Isso, segundo ele, também ajuda os desenvolvedores a conceber soluções para o benefício de seus clientes. 

Mais ainda, o fundador expressou otimismo de que a tecnologia blockchain substituirá e transformará o sistema financeiro existente no futuro próximo. Ele reiterou o compromisso da fintech de iniciar uma rede de pagamentos de padrão internacional. 

O fundador acredita que a Cloudwalk tem potencial para se tornar a principal rede de soluções do Brasil em um futuro próximo. Além disso, ele acredita que a empresa agora pode expandir suas ofertas para os Estados Unidos e o resto da Europa.

Notavelmente, a solução de pagamento brasileira registrou um grande feito no final do ano passado, quando arrecadou US$150 milhões em uma nova rodada de investimentos. A partir de hoje, Cloudwalk atingiu um valor de mercado de cerca de US$215 bilhões. 

A plataforma usa um token nativo apelidado de Real Digital Brasileiro (RBLC) moeda estável. O RBLC m, que se manifestou no final do ano passado, agora é usado como cashback para quaisquer transações processadas na rede. 

Mais ainda, Cloudwalk diz que mais de 130 mil assinantes usam atualmente o BRLC. 

Até o momento, a fintech continuou a registrar consistentemente um crescimento rápido e maciço. Recentemente, testemunhou uma taxa de crescimento, equivalente a uma média de 240 por cento. 

Atualmente, conta com o patrocínio de mais de 500.000 assinantes em todo o Brasil. A partir de 2020, suas soluções foram sempre acessadas em cerca de 150 mil lojas. No entanto, hoje, as soluções já estão em mais de 204 mil lojas, uma estatística que pode dobrar nos próximos anos.

Rebecca Davidson Verificado

Rebecca é redatora sênior da BitcoinWisdom, trabalhando duro para trazer a você as últimas notícias do mercado de criptomoedas. Nas palavras de Elon Musk “Compre ações de várias empresas que fabricam produtos e serviços nos quais *você* acredita. Só venda se achar que seus produtos e serviços estão piorando. Não entre em pânico quando o mercado o fizer. Isso irá atendê-lo bem a longo prazo.”

Últimas notícias