Maior banco privado da Argentina lança recurso de negociação de criptomoedas

Maior banco privado da Argentina lança recurso de negociação de criptomoedas

O Banco Galicia, o maior banco privado argentino em valor de mercado, adicionou a opção de compra e venda de criptomoedas em sua plataforma, confirmou a empresa nesta segunda-feira.

A medida torna o Banco Galicia a primeira instituição financeira tradicional do país a oferecer esses serviços. O banco permitirá que seus clientes negociem Bitcoin (BTC), Ethereum (ETH) e Litecoin (LTC) contra o peso argentino.

O Banco Galicia se junta a uma lista crescente de bancos em todo o mundo que estão testando ou já lançaram recursos de negociação de criptomoedas para seus clientes. Em abril, o banco de investimento Goldman Sachs, com sede nos EUA, anunciou que começaria a oferecer negociação de Bitcoin para seus clientes privados de gestão de patrimônio.

E no mês passado, a plataforma bancária online Revolut, com sede no Reino Unido, adicionou cinco novas criptomoedas – incluindo BTC, ETH e LTC – à lista de ativos que seus clientes podem negociar.

O anúncio de Banco Galiza ocorre no momento em que o governo argentino busca impulsionar a adoção da tecnologia blockchain e ativos digitais no país.

Em março, o banco central do país lançou um programa piloto testando o uso da blockchain da Ethereum para liquidar pagamentos interbancários. O projeto faz parte de um esforço maior do governo argentino para adotar a tecnologia de criptografia e blockchain.

O banco adicionou um recurso na seção de investimentos de seu aplicativo para os usuários adquirirem bitcoin (BTC), ether (ETH), USDC e XRP, informando a seus clientes que se trata de uma nova ferramenta.

O Banco Galicia é a mais recente instituição financeira da Argentina a entrar no espaço criptográfico. Em março, o canal de notícias local Criptonoticias informou que o estatal Banco Masventas também começou a oferecer serviços de negociação de criptomoedas a seus clientes.

Na época, um porta-voz do banco disse que estava oferecendo negociação de BTC e ETH para atender à demanda dos clientes. Não está claro se o Banco Galicia oferecerá serviços de custódia para os ativos digitais de seus clientes ou se atuará simplesmente como intermediário entre as exchanges.

O anúncio do banco ocorre quando o governo argentino busca impulsionar a adoção da tecnologia blockchain e ativos digitais no país. O serviço do Banco Galicia é operado em parceria com o Lirium, um produto de criptografia baseado em Liechtenstein para carteiras digitais e aplicativos de mobile banking.

O Banco Galicia é um dos maiores bancos privados do Argentina, e sua mudança para oferecer serviços de negociação de criptomoedas sinaliza uma mudança em direção ao aumento da adoção de ativos digitais por instituições financeiras tradicionais. Especialistas acreditam que essa tendência pode ajudar a impulsionar a adoção generalizada de criptomoedas na Argentina e em outros mercados emergentes. À medida que mais grandes players financeiros entrarem no espaço, será interessante ver como isso afeta o crescimento geral do mercado no futuro.

O que você acha do novo serviço de negociação de criptomoedas do Banco Galicia? Compartilhe seus pensamentos na seção de comentários abaixo!

Martin K Verificado

Eu sou um escritor de criptomoedas e bitcoin. Também trabalho como trader profissional e tenho experiência com negociação de ações e negociação de bitcoin. Em meu trabalho, procuro fornecer informações claras e concisas que ajudem as pessoas a entender esses tópicos complexos.

Últimas notícias