Bitso processou $1B nas remessas de criptomoedas México-EUA em 2022

Bitso processou $1B em remessas de criptomoedas México-EUA em 2022

De acordo com um relatório recente, Bitso processou $1B em remessas de criptomoedas entre o México e os EUA até agora em 2022. A empresa espera poder capturar 10% de transferências globais de dinheiro para países da América Latina até 2023, que é superior ao atual 4%.

Esta notícia vem na esteira de outros relatórios afirmando que o uso de criptomoeda para remessas está em ascensão. Por exemplo, o WorldRemit processou $1.8B em transações internacionais em 2020, sendo $700M em criptomoeda. A Ripple também relatou números semelhantes, com o $500M sendo enviado através de sua plataforma no ano passado.

Com cada vez mais pessoas usando criptomoedas para remessas, é evidente que essa tendência veio para ficar. A Bitso espera capitalizar isso tornando-se um dos principais fornecedores de tais serviços. Só o tempo dirá se eles são bem sucedidos em seus empreendimentos.

A empresa disse que o sucesso da Bitso em lidar com remessas de criptomoedas se deve à sua conformidade com os regulamentos antilavagem de dinheiro (AML) e conheça seu cliente (KYC). A exchange também construiu relacionamentos com grandes bancos e instituições financeiras no México, o que a ajudou a ganhar uma grande fatia do mercado de remessa de criptomoedas do país.

A Bitso planeja expandir seus serviços para outros países da América Latina, além da Europa e Ásia. A empresa planeja oferecer mais pares fiat-cripto em sua plataforma.

A Bitso teve um tremendo crescimento nos últimos anos, expandindo sua base de usuários para 5 milhões em junho. Apesar desse sucesso, a empresa enfrentou alguns desafios, principalmente a demissão de 80 funcionários devido à “estratégia de negócios de longo prazo”.

Embora a Bitso não tenha mencionado nenhuma dificuldade em levantar capital, as demissões sugerem que pode haver alguns problemas financeiros nos bastidores. Só o tempo dirá como a Bitso enfrentará esses desafios, mas, por enquanto, continua sendo um player líder no mercado de criptomoedas da América Latina.

A parceria entre Bitso e Circle

o parceria entre Bitso e Circle é um divisor de águas para pequenas empresas e freelancers mexicanos. Pela primeira vez, esses grupos poderão trocar seus dólares em stablecoins e depois convertê-los em pesos mexicanos. Isso permitirá evitar a volatilidade do peso e facilitar os negócios com clientes internacionais.

O processo é simples: empresas e freelancers podem se inscrever para uma conta no site da Bitso, depositar seus dólares e convertê-los em USDC ou PAX. A partir daí, eles podem sacar seus pesos em uma conta bancária ou usá-los para pagar contas diretamente pelo aplicativo Bitso.

Este novo produto tem o potencial de revolucionar a forma como as empresas mexicanas operam, dando-lhes mais estabilidade e previsibilidade em suas finanças. Também abre novas oportunidades para freelancers, que agora podem acessar um mercado global de clientes sem se preocupar com as flutuações das taxas de câmbio.

Barinem Pene Verificado

Barry Pene é um pesquisador / redator de blockchain severo. Barry negocia criptos desde 2017 e investiu em questões que colocariam a indústria de blockchain no pedestal certo. A experiência de pesquisa de Barry abrange blockchain como uma tecnologia disruptiva, DeFis, NFTs, Web3 e redução dos níveis de consumo de energia da mineração de criptomoedas.

Últimas notícias