União Europeia finaliza regras de lavagem de dinheiro criptográfico

  • No entanto, a lei da União Europeia exclui transferências de carteiras privadas não hospedadas de investigações de lavagem.

Apesar das crescentes preocupações das indústrias, a União Europeia finalmente decidiu adotar uma lei antilavagem de dinheiro voltada para orientar as transações de criptomoedas. O sindicato aprovou por unanimidade a lei após uma discussão robusta em Bruxelas na quarta-feira. 

Conforme revelado, as novas regras enfatizaram a necessidade de verificação robusta da identidade do cliente em todas as transferências de criptomoedas entre dois provedores de serviços de carteira virtual regulamentados. No entanto, a lei da União Europeia exclui transferências de carteiras privadas não hospedadas de investigações de lavagem.

O bloco econômico da UE se engajou nos últimos meses em uma série de reuniões voltadas para chegar a um acordo político sobre a proposta. Segundo relatos, o projeto de lei antilavagem de dinheiro foi apresentado pela Comissão Europeia em julho de 2021. 

Agora, um dos legisladores presentes na reunião de Bruxelas, Ondrej Kovarik, em um tweet, confirmou a aprovação do projeto. Segundo o legislador, as novas regras dão o equilíbrio adequado para conter os riscos incorridos na verificação da lavagem de dinheiro, principalmente no espaço criptográfico. 

Kovarik observou que tais esforços serão colocados em ação sem diminuir as inovações ou distrair as indústrias. Ele afirma ainda que o projeto de lei possui benefícios potenciais para ajudar o crescimento da indústria de criptomoedas na Europa.

União Europeia se concentra em ativos criptográficos

Há cerca de alguns meses, os legisladores europeus decidiram ampliar a cobertura da proposta. Eles pretendem incorporar provisões reconhecendo transações com carteiras virtuais não hospedadas na conta. Conforme projetado, as carteiras não hospedadas são gerenciadas por um provedor de serviços altamente regulamentado. 

Em seguida, os legisladores queriam a divulgação de todos os detalhes das transações dessas carteiras às autoridades. Como observado, esse plano pretendido pelos legisladores foi recebido com uma série de protestos, principalmente por atores do setor. 

Os jogadores alegaram que a incorporação de tal proposta ao projeto de lei tende a comprometer a privacidade e a inovação nas indústrias de criptomoedas.

Empresas de criptografia renomadas, como Coinbase, sindicatos de lobby e alguns especialistas jurídicos condenaram a medida dos legisladores, enfatizando que isso tende a promover ilegalmente violações de privacidade. Em meio aos protestos desses players do setor, o sindicato manteve conversas para determinar as regras que se alinharão aos interesses do Parlamento Europeu e do Conselho da UE.

Um tweet de quarta-feira de Kovarik, no entanto, esclarece a decisão final do sindicato sobre a proposta de incorporação de transações de carteira não hospedadas no projeto. Segundo o legislador, o sindicato resolveu que as carteiras não hospedadas agora serão aplicáveis apenas quando as transferências forem feitas para a carteira privada de alguém. Mais ainda, ele disse que a aplicação das disposições do projeto de lei em relação às carteiras hospedadas só será executória se o ativo transferido for superior a 1.000 euros.

Um conhecido membro do Partido Verde Europeu, Ernest Urtasun também deu a entender em um tweet que as regras tendem a acabar com a era das operações de criptomoedas não regulamentadas. De acordo com Urtasun, a lei ajudará a resolver as deficiências envolvidas nas regras anti-moeda europeias.

 Ele deu a entender que a lei atende à gravação e verificação da identidade do cliente. No entanto, a lei recém-aprovada ainda precisa ser traduzida em texto legislativo e publicada no jornal oficial da União Europeia.

Rebecca Davidson Verificado

Rebecca é redatora sênior da BitcoinWisdom, trabalhando duro para trazer a você as últimas notícias do mercado de criptomoedas. Nas palavras de Elon Musk “Compre ações de várias empresas que fabricam produtos e serviços nos quais *você* acredita. Só venda se achar que seus produtos e serviços estão piorando. Não entre em pânico quando o mercado o fizer. Isso irá atendê-lo bem a longo prazo.”

Últimas notícias